domingo, 4 de janeiro de 2009

"Querido diário, de palavras inconformadas... " (Eduardo Coreixo)

O Post de hoje é surpreendente, sobretudo para minha amiga e colega com quem compartilho este blog, Moony.
É que no último post dela, ela enfim intitula sua recente história, o "Todos aqueles ontens". E baseando-me no título criei um textinho, uma poesia, não sei ao certo, para servir de prelúdio ao Todos aqueles ontens quando este tornar-se uma série de Hollywood. xD.

Claro que, não está de todo pronto, ainda falta fazer alguns ajustes, mas não pude segurar o excitamento de postá-lo; peço, pois, que reconsiderem, rs

~~x~~


TODOS OS ONTENS


Para Moony

Todos aqueles ontens
E o que restou de nós:
Lágrimas pelos cantos
Cartas de desencontros
Poesias que nunca serão lidas
Beijos que nunca serão selados- roubados

Todos aqueles ontens
E o que restou de ti
Ainda procura por mim
Debaixo das cobertas
Em cima dos telhados
Pelos cantos do quarto- dentro do armário

Todos aqueles ontens
E o que restou de mim
E do meu ser
irremediavelmente
ainda busca por
todos aqueles ontens- todos os ontens


"Você é o pensamento recorrente, que não sai da minha mente"

~~x~~

Um abraço, Rôh~;D

23 comentários:

Momentos...volupté! disse...

Muito, muito bom!!! Parabéns!!!

.duas doses de desdém - Gui disse...

(suspiros) Que lindo! que lindo!

Tens um bom gosto musical heim, menina!

Obrigada pelo comentário :)

beijos!

.duas doses de desdém - Gui disse...

Coooom certeza!!! vale mesmo!! hehehe

abraços!!!

.duas doses de desdém - Gui disse...

hihihihihih por isso que eu escrevi "menina" alí em cima =X

beijo pra vcs!! e obrigada pelos elogios! tô te adicionando tá?

;*****

Sophie disse...

Muito bom o texto! Adoooorei! Lindo e original ;D
Parabéns!
=***

Única e Exclusiva disse...

Adorei a poesia!!

Obrigada pela visita, volte sempre. >.<


Escreves muitissimo bem, gostei daqui. Posso linkar?

Beijinhos :*****

Eduardo disse...

Obrigado por teres usado o sinal de aspas no titulo (por causa de teres retirado esse verso do meu poema...). é sinal que neste mundo de hoje, há ainda algum respeito!

Gostei. Temos que fazerum intercambio de ideias qualquer dia.

Abraço

.duas doses de desdém - Gui disse...

hehehe

Passo cada uma com esses clientes!

Valeu, querida!

bjbj

Chrissie disse...

Série de Hollywood? XD É só ela acabar a primeira parte da série que já é uma boa concorrente =D!

AMEI a sua poesia.
Alias, pra ser sincera foi uma das poucas poesias que eu li e gostei xD.
Juro, está muito linda e a imagem se encaixa perfeitamente no contexto.
A parte que mais me marcou foi
"Debaixo das cobertas
Em cima dos telhados"
É o tipo de poesia que você pode ler com qualquer tipo de humor que consegue mesmo assim entrar no clima.
Sempre quis escrever um poema ^^, mas não tenho a menor noção de métrica ou sobre os poemas em si, mas um dia eu escrevo um e peço sua opnião ^^
Um beijo!
Con tinue assim, viu ;D?

Oh, tem um novo comentário meu no post anterior de vocês, é que tá meio grande e eu nem tinha notado esse novo post aqui ^^'''

Tchau!!

.moony. disse...

eae, parente-san...
não me mate por aparecer aqui só depois dessa enxurrada de comentários, mas só deu pra vir agora xD
enfim...
pow, tu sabe como eu sou, mais do que ninguém. vc me surpreendeu msm, ninguém nunca me dedicou um poema xD *aliás, vc dedicou duplamente; pra mim e pro Will xD*
eu adorei, encaixou perfeitamente na história, adorei até a imagem q vc escolheu pra colocar no post.
e não precisa de nenhum "ajuste" ou modificação, já tá perfeito...
te ligo mais tarde o/*
teh +...
.moony.

Eduardo disse...

Muito obrigado!
Parabens pelo teu blog...temos que falar mais vezes!

Um abraço!

Chrissie disse...

`\(o-o)/´ Segundo comentário xD
*dois pontos*
Não se esquea que tem um comentário tamanho MEGABIG esperando por vocês no post anterior a este que vocês provavelmente ainda não viram xD''
=D Meu nome é Christiana sim, meu pseudo é Chrissie xD pra ficar mais chique!
Que bom que a gente concorda nisso!
Rebate o/*
ahahaha
tchau!

Sophie disse...

Adicionei Roh ;D
E moony, vlwww pelo elogio do layout... até que enfim vi algo que eu gostasse ;D

=**

julianna disse...

Tipo, né?
Todos aqueles ontem. hahahahhahahahaha'
Te lembra algo. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk'
Abração... faz tempo que não post nada no meu blog mas vou voltar. o//

inferninho disse...

nossa, adorei a poesias.
todos aqueles ontens parecem tão reais que eu posso ouví-los cutucando a minha mente :)
tchauuuu, beijomeliga. ahahah

inferninho disse...

ps. postei la no blog.

Lua Montenegro disse...

Obrigada pela visita e pelo apoio!
Sempre será bem - vindo,viu?
Bjos

Chrissie disse...

MSN -> Chrissie.Guenever@hotmail.com 8D

Obrigada! Eu decidi que o nome da história um vai ser "Até onde a Chuva Alcança", aqui, agora e Para Sempre vai ser o nome do último capítulo XD

=D Legal! Eu aceito xD, agora vc já pode se considerar uma Beta-reader hushsuh, eu te mando o que eu já tenho da história pra já ser corriido? O capítulo 1 ou prólogo é pelo jeito ENORME então acho que vou te mandando a medida que vai sendo escrito, o que vc acha? Revisar aos pouquinhos é melhor pra você?

Ahahaha, que bom que não sou a única que escreve assim! Ser´que existe alguém que escreve uma história na mesma ordem que se lê? xD

Tchau!!

Iury Cézar disse...

ei Romel, tipo o comentário da Julianna é meu,mas tipo eu não sabia que estava na conta dela, aí apareceu como o nome dele, abração.

Macarena Alejandra disse...

gracias por pasar por mi blog,
me encanta el portugues, me gustaría aprenderlo, linda foto y pude entender algunas cosas que escribes, es bonito tu blog.

Chau!

RafaelGuimaraes disse...

=o
que máximo *__*
queria conseguir escrever alguma coisa do tipo.
=) só faço surtar u.u

:D

La Vie disse...

Lindo, amei ... Você tem postado palavras mágicas ...

Loucura - Florbela Espanca
"Tudo cai! Tudo tomba! Derrocada
Pavorosa! Não sei onde era dantes.
Meu solar, meus palácios, meus mirantes!
Não sei de nada, Deus, não sei de nada!...
Passa em tropel febril a cavalgada
Das paixões e loucuras triunfantes!
Rasgam-se as sedas, quebram-se os diamantes!
Não tenho nada, Deus, não tenho nada!...
Pesadelos de insônia, ébrios de anseio!
Loucura a esboçar-se, a enegrecer
Cada vez mais as trevas do meu seio!
Ó pavoroso mal de ser sozinha!
Ó pavoroso e atroz mal de trazer
Tantas almas a rir dentro da minha!"
Abraço

Poly Jomasi disse...

Como sempre perfeito nas palavras... rsrs ei mudei o url do meu blog viu! agora é (polydiantedoceu.blogspot.com) bju !!