terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Era Lola em seus slacks. Era Dolly na escola. Era Dolores quando assinava o nome. Mas, em meus braços, era sempre Lolita.


E aí, crianças. Tenho uma listinha de filmes para falar sobre, mas não to afim de fazer isso hoje. Vamos falar de outras coisas.

Bom, pra quem não sabe, vamos começar dando notícias: como eu sou a desocupada-mor do universo e não resisto à pequenas tentações e novidades, fiz um formspring. Ou seja, se quiser me fazer alguma pergunta qualquer dia desses, é só chegar lá e fazer. E fiz mais um blog. É, é isso aí. Vocês devem estar cansados de me ver chegar aqui e falar “fiz mais um blog!”, mas é a realidade xD Sabe por quê? Porque eu precisava de um. De qualquer modo, tá mais explicadinho lá.

Enquanto isso, ando produzindo fics mais loucamente do que nunca, mas acho que isso não chega a interessar muita gente (anyway, pottermaníacos, cliquem aí no “fics”).

Ah, e eu estou lendo Lolita. Estou exatamente na metade, mas é mais por preguiça de continuar do que por qualquer outra coisa. Não temam, o livro não é ruim, é só que dá uma... sei lá, uma estancadinha no meio, mas parece que depois flui melhor.

Pra quem não sabe, Lolita é um livro de Vladimir Nabokov, que conta a história de Humbert Humbert, um homem que se apaixona perdidamente por sua enteada. E ela tem doze anos. Sim, é sobre pedofilia. Sim, é doentio. E, sim, é boa literatura e quem vier dizendo que um livro desses não deveria ser lido leva uma voadora. É como dizer que ler O Apanhador no Campo de Centeio incentiva a violência. Vou te contar um segredinho: um livro faz o que você quer que ele faça por você. Ninguém vira um serial killer ou pedófilo ou whatever porque leu um livro. Tenha a cabeça no lugar e seja feliz.

Até mais :) Juro que quando terminar de ler Lolita venho falar mais do livro aqui.

6 comentários:

Daniel Savio disse...

Mas fora isto, tem feito o que de bom nas férias (sem "balada" com os amigos)?

Quando sair do meu periodo de trabalho, quero viajar com alguns amigos para praia =P

Fique com Deus, menina Moony.
Um abraço.

Sam disse...

Meu Deus, como eu quero ler Lolita! Há uns anos eu tentei, mas a bibliotecária disse que era "impróprio" para uma menina da minha idade.
Depois reclamam que brasileiro lê pouco.

Dizem que o filme é uma das melhores adaptações de livros. Quem viu diz que vale a pena =P

Beijos!

Chrissie Guenever disse...

ahahaha, todos os livros que você fala eu acabo lendo de alguma forma! Lolita não será uma excessão. Você devia é vender livros =P
Fui no novo blog mas não comentei, não fiquei com raiva, já li tudo. Postagens pequenas?
Só tem três blogs? Achava que eram uns cinco ahahaha
tchaaau

Poly Jomasi disse...

uma boa leitur anas férias é edificante rsrs, tô me viciando nas versões dos contos de fada dos irmãos grimm, se tiver curiosidade dá um pulinho lá no meu blog que já tem uma das história bjimm!!!

Atreyu disse...

SAUDADES DAQUI!!!!!
Eu quero ler Lolita agora! rsrsrs.
Beijão Moony saudades! o/*

Larissa disse...

Tu é muito, mas muito boa fazendo resenhas sabia?!
Cara, eu fiquei louca, louca pra ler esse livro. E quero assistir o filme também, é do Kubrick! E não é a primeira vez que fico com vontade de conferir alguma das tuas dicas!


Amei o post.
bjos